Skip to content
18/09/2011 / chapelleiro

Quam Benigma…

Conversa vai e conversa vem, no cursinho, quando pego-me com a seguinte pergunta: “Qual seu anime favorito?”

Obviamente deduziram, eles, Bleach, Naruto e afins… Mas vi que calei algumas bocas (e abri muitas outras) quando soltei o nome Elfen Lied (エルフェンリート) no meio da roda.

                          Anime dirigido por Mamoru Kanbe

                         Mangá de autoria Lynn Okamoto

 

“E é bom?” Se é bom? Porra, é um dos animes mais sangrentos e cool que eu tive a oportunidade de videar na cartola. Com boas tramas, a história se desenrola de uma tal forma que faz você ficar angustiado pela próxima cena/episódio/braço.-q

“Mas como diabos é a história?”  A história, no anime, fala sobre Lucy (protagonista), uma cobaia que escapou de um laboratório e foi achada na praia por Kouta (protagonista) e Yuka (protagonista?). Ambos percebem que a estranha não se lembrava de quem era, – eu mesmo não me lembraria com um tiro de sniper na cachola- e levam essa estranha garota, que aparenta ter uma mentalidade infantil, à casa onde Kouta, recém chegado de uma longa viagem, moraria.

“Grande merda, quero sangue e ônibus em chamas!!” … Err.. Pois bem, meu amigo psico, lembra-se da cobaia? Lucy, assim como outras que vão aparecer, é um Diclonius…

“Diclo… wha??” Uma possível ramificação do homo sapiens deu origem a uma espécie mais forte, munida de uma “arma” da qual chamam de vetores. Vetores nada mais são que braços invisíveis capazes de mutilar, tritura, esmagar, matar (não, não estamos falando do Hulk) coisas (ou, especificamente, pessoas)

Eu disse que cabeças rolariam, literalmente (depois dos dedos, claro)

“lol” lol é pouco perto do que você pode ver e sentir ao ver esse anime. Na abertura mesmo, indescritível é a combinação entre musica “Lilium” que ecoa enquanto imagens relacionadas aos quadros de Gustav Klimt perfilam na tela.

Elfen Lied – Opening (Lilium)

 

 

Não quero entrar muito em detalhes, pois soy un perezoso quero evitar possíveis spoilers. Para os de estomago fraco, que só de ver um ketchup no lanche sente um aperto no coração, dedico com dedão positivo. Ah, deve ter nudez no meio, mas é aquilo né… Vai de cada um. (após isso prevejo boa massa dos leitores em seus downloads infinitos… Não preciso dizer que estou brincando, não?)

Enfim, fica a dica de anime para esse resquício de fim de semana. Ah, uma aviso para aqueles que gostam de aventurar-se pelas páginas de um mangá, o mangá não segue a história do anime. Apesar de ser sempre o inverso, curti mais o anime.

Bom anime.

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: